Em geral, as pessoas têm grandes sonhos relacionados ao dinheiro. Logo no primeiro emprego, já pode começar o sonho do carro próprio, da casa própria, de realizar uma viagem no exterior e muito mais. Mas, dentre isso tudo, até hoje, um dos maiores e mais comuns desejos pessoais é o de alcançar a estabilidade financeira.

A tão sonhada estabilidade financeira pode trazer tranquilidade e, consequentemente, fazer com que você seja capaz de alcançar outros objetivos financeiros a curto, médio e longo prazo. Dívidas e dificuldades financeiras causam estresse, infelicidade e preocupações constantes. Não é à toa que a estabilidade financeira é tão cobiçada.

Mas, por mais raro que seja, não é impossível ser estável financeiramente. E nós podemos te ajudar nisso. Veja o que significa estabilidade financeira e confira algumas dicas do que você pode fazer para finalmente alcançá-la.

Antes de começar, aproveite para conferir nosso material com dicas de investimento de acordo com seus objetivos de vida.

investimentos para cada objetivo de vida

O que é estabilidade financeira?

Muita gente diz que sonha em ficar rico. Entretanto, para muitas pessoas, o sonho não precisa ser assim tão grande; o que elas desejam é alcançar estabilidade financeira. Mas, o que é isso? Trata-se, basicamente, do equilíbrio entre ganhos e gastos. Seu resultado traz tranquilidade para lidar com o dinheiro, promovendo o sustento sem a necessidade de fazer dívidas todo mês.

A própria expressão estabilidade já indica uma situação financeira firme, que não necessita de maiores preocupações ou intervenções. Entretanto, alcançar a estabilidade financeira requer bons hábitos financeiros. Não é algo que surge da noite para o dia, nem vem com a sorte.

Bons hábitos requerem o controle de dívidas, manutenção de um fundo de emergência, uma constante em poupar dinheiro, controle do cartão de crédito e outros hábitos que vão contribuir para aumentar sua segurança. Ao desfrutar de sua renda tranquilamente, você conseguirá viver com o padrão e a qualidade de vida tão desejados.

Por que a estabilidade financeira é tão cobiçada?

O Brasil é um país com um alto número de endividados. Segundo uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em janeiro de 2019, 60% das famílias brasileiras possuía algum tipo de dívida. Desde então, essa porcentagem tem aumentado a cada mês; um número preocupante por se tratar da situação financeira de grande parte das famílias brasileiras.

Um grande problemas com dívidas é que, de alguma forma, elas tendem a se multiplicar ao longo do tempo. Ou seja, quanto mais tempo uma pessoa ou uma família passa se endividando, mais difícil é sair da situação. E a dificuldade de controle financeiro pode trazer muitas dores de cabeça e afetar sua vida. 

Além disso, quem não sonha com uma aposentadoria tranquila para, finalmente, poder parar de trabalhar e curtir a vida? Ou fazer a viagem tão sonhada por vários anos? Em busca disso e de tantos outros objetivos, as pessoas procuram a estabilidade financeira, afinal, é uma excelente forma de garantir que objetivos financeiros sejam alcançados e melhorar grandemente a qualidade de vida.

Ainda parece um sonho distante? Confira nossas 5 dicas que podem te ajudar na busca pela estabilidade financeira, e comece a se planejar agora mesmo.

 5 passos para alcançar a estabilidade financeira.

1. Comece pelo orçamento pessoal 

Todo grande plano começa por um bom planejamento. No caso das finanças, independente de qual objetivo você deseja alcançar, começar pela elaboração de um orçamento pessoal é a melhor forma de fazê-lo.

Coloque todos os ganhos e gastos no papel para ter uma visão mais clara de como andam suas finanças. O orçamento pessoal ajuda a estabelecer objetivos e prioridades, evitando que você perca datas de pagamento de contas, facilitando possíveis economias e investimentos e auxiliando no controle de seu dinheiro. Você pode fazer uma planilha de gastos ou usar um aplicativo para controle de gastos, por exemplo. Eles vão ajudar muito em seu planejamento financeiro pessoal.

2. Controle gastos impulsivos

Os gastos impulsivos são os grandes vilões de uma vida financeira saudável. Entretanto, eles são mais comuns do que se imagina. Hoje, existem muitas formas de gastar sem perceber a magnitude e totalidade de nossas ações. Uma dessas formas, entre as mais comuns, é o cartão de crédito. Ele pode ser um ótimo aliado de quem tem uma boa consciência financeira, mas é um inimigo para outros. Seu uso indevido atrapalha e muito a busca pela estabilidade. 

Se você não consegue controlar seus impulsos de gastos, não tenha um cartão de crédito. A ideia de poder comprar “sem dinheiro” parece tentadora demais e muitos acabam não calculando o quanto podem gastar. Então, quando chega o final do mês, a situação aperta. Além das contas fixas e de outros gastos, vem junto a fatura do cartão de crédito. 

Quando não há planejamento do quanto se irá gastar no cartão de crédito, além de não levar em conta outros gastos, o resultado esperado é contrair dívidas que, com o tempo, vão ficando ainda maiores. 

Por isso, tome muito cuidado com o cartão de crédito ou com qualquer outro meio que traz possibilidade de dívidas. Se possível, tente pagar tudo à vista e procure pagar as contas antes do vencimento (o que evita possíveis juros). De qualquer forma, se planeje ao máximo para ficar bem longe das dívidas.

3. Defina metas e prioridades

Como já dissemos, a estabilidade financeira não acontece por acaso. Para alcançar esse nível de tranquilidade em relação às suas finanças você precisará de muito estudo e de bastante disciplina, porque, infelizmente, gastar dinheiro é muito mais fácil do que poupar.

Para construir um patrimônio que te dê tranquilidade, será preciso cortar gastos supérfluos e aprender a controlar todo o dinheiro que entra e sai da sua conta. Antes disso, é necessário entender quais são as prioridades e estabelecer metas e objetivos que irão te guiar para, assim, entender o que pode e o que não pode ser poupado.

Uma dica importante é fazer uma reavaliação do seu orçamento periodicamente, afinal, a sua realidade – e o cenário econômico – podem mudar de tempos em tempos. Com isso, você estará sempre atualizado e entendendo quais são suas prioridades naquele momento – claro, sem perder de vista suas metas de curto, médio e longo prazo.

Comece a se planejar de forma suficiente a não precisar depender somente da aposentadoria para viver a velhice. O ideal é poupar dinheiro ao longo da vida e constituir um fundo de emergência. Por isso, defina esses dois objetivos como umas de suas prioridades.

Poupar dinheiro exige muita disciplina, mas traz ótimos resultados. Economizando, você consegue formar um fundo de emergência e investir, por exemplo. Ter um fundo de emergência é muito importante para uma boa estabilidade financeira. Com ele, é possível se esquivar de problemas maiores em casos de emergência, evitando dívidas e dores de cabeça. 

Sobre investimentos, nós falaremos mais adiante.

4. Estude sobre o assunto e mantenha-se atualizado

Você já parou para pensar sobre a educação financeira no Brasil? Dificilmente as escolas ensinam como controlar finanças na grade curricular padrão. Por isso, talvez, grande parte das pessoas não saiba como controlar seu dinheiro de forma adequada e acabam se endividando, afastando-se da estabilidade financeira.

Uma forma de se manter preparado para tomar as rédeas de suas finanças é estudando sobre o assunto. Parece simples, certo? Mas muita gente nunca pensou em ler um livro sobre economia ou buscar realmente entender o atual cenário econômico do país.

Então, se você deseja a estabilidade financeira, saiba que ela não acontecerá por acaso e nem por sorte. É preciso entender suas finanças, aprender técnicas e, claro, ver como investir para fazer seu patrimônio render cada vez mais.

Confira aqui uma lista de livros para investidores que podem servir de pontapé inicial para que você invista em sua educação financeira.

Mas não basta apenas estudar. O mercado é cada vez mais competitivo, por isso é preciso manter-se sempre atualizado. Um bom emprego e, consequentemente, melhores salários ajudam muito a atingir a tão sonhada estabilidade financeira. Dessa forma, procure se capacitar e aprender novas técnicas, habilidades e soluções inovadoras em sua área de trabalho, garantindo que você esteja sempre um passo à frente dos possíveis problemas e da possível competição. Com isso, você conseguirá dar passos cada vez mais constantes e consistentes em direção à estabilidade financeira.

5. Invista seu dinheiro

Por fim, mas não menos importante: já está mais do que na hora de começar a investir. Não tem segredo, uma das formas mais conhecidas de fazer seu dinheiro render é apostando em investimentos. 

Alguns possuem um perfil mais ousado de investidor e, por isso, estão dispostos a correr mais riscos, porém, existem também diversos investimentos disponíveis para os mais cautelosos ou os que ainda não estão totalmente confortáveis com o mercado financeiro.

Para além da poupança, existem outras formas de investimentos que fazem com que você poupe seu dinheiro e que ele renda muito mais ao longo do tempo, contribuindo em seu caminho rumo à estabilidade financeira.

Não é preciso ser um investidor experiente nem tampouco ter grandes quantias para começar a investir. Hoje em dia, existem vários tipos de investimentos disponíveis que podem encaixar em seu perfil de investidor.

Pensando nisso, produzimos um ebook especial contando como você pode começar a investir com quantias a partir de R$1000. Baixe gratuitamente e aproveite!

como investir 1000 reais

Busque investir em algo que garanta uma aposentadoria interessante, levando a uma estabilidade financeira mais longa e menos preocupações no futuro. Não tenha medo de arriscar! Alguns investimentos que antes podiam ser considerados distantes e voltados para um público seleto estão cada vez mais acessíveis. Um exemplo disso são os investimentos coletivos, que podem servir para aproximar investidores menos experientes e com menos capital de mercados tão tradicionais como o imobiliário.

Aqui na INCO é possível investir de forma fácil e tranquila. Você não precisa começar investindo grandes valores e, ainda assim, consegue uma boa rentabilidade. Acesse nosso site e comece hoje mesmo a investir em sua estabilidade financeira!

Conclusão

A  estabilidade financeira traz a segurança de sustentar a si e a sua família sem estar constantemente preocupado com o dinheiro. Muitos acreditam que ela só pode ser alcançada por pessoas mais velhas, sendo um sonho muito distante para os mais jovens. Entretanto, não é bem assim que as coisas acontecem. O segredo está no compromisso e na consciência que as pessoas adquirem. É preciso focar nos objetivos, poupar dinheiro, investir e saber administrar corretamente as entradas e saídas. 

E, para isso, não existe idade certa. Existem pensamentos e estilos de vida diferentes; pessoas com responsabilidade financeira e pessoas sem responsabilidade alguma. Mas, você quer fazer parte do primeiro grupo, certo? Não tem idade para começar sua busca pela estabilidade financeira. O importante é fazer isso o quanto antes.

Publicações relacionadas